Entenda o que muda com a revisão da vida toda

quanto aumenta a aposentadoria a revisão da vida toda previdencia
Compartilhe este conteúdo

A Revisão da Vida Toda é um assunto que tem gerado muita curiosidade e dúvidas, especialmente para quem já é aposentado pelo INSS.

Ela pode aumentar o valor do benefício de forma significativa, garantindo uma aposentadoria mais digna para essas pessoas.

Mas afinal, o que muda no benefício? Qual é a vantagem que esse tipo de revisão trás?

Nesse conteúdo vamos esclarecer, de maneira simples e direta, o que essa revisão significa, quem tem direito e como ela pode impactar sua aposentadoria.

Confira:

O que muda com a revisão da vida toda?

A Revisão da vida toda muda a forma como a aposentadoria ou pensão do INSS é calculada.

Isso porque ela é uma tese que garante o direito de recalcular a aposentadoria, para considerar no cálculo todos os salários da vida do segurado, inclusive os anteriores a julho de 1994.

  • Sem a Revisão da Vida Toda: Normalmente o INSS considera apenas os salários de contribuição recebidos após a implantação do Plano Real (julho de 1994) no cálculo da aposentadoria.
  • Com a Revisão da Vida Toda: Todos os salários de contribuição do segurado serão considerados no cálculo do benefício da aposentadoria.

Isso significa que, se um aposentado contribuiu para a previdência por muitos anos antes de 1994 com salários altos, o valor do seu benefício poderia ser maior se todas as contribuições fossem consideradas.

Vale alertar que a decisão de solicitar a revisão deve ser baseada em cálculos que comprovem que vai ter aumento no valor da aposentadoria.

Para isso, é recomendável fazer um cálculo prévio, que pode ser feito com auxílio de um profissional especializado em direito previdenciário.

Qual a vantagem da revisão da vida toda?

A principal vantagem da revisão da vida toda é que ela pode aumentar o valor do benefício, o que significa:

  1. Aumentar o valor mensal que você recebe do INSS de aposentadoria ou pensão
  2. Possibilidade de receber retroativamente as diferenças que não foram pagas corretamente (atrasados)

Mas atenção: é importante ressaltar que a revisão da vida toda também pode ter desvantagens.

Por exemplo, se um aposentado teve salários baixos antes de 1994 ou não conseguir documentos necessários para revisão da vida toda que comprovem as contribuições, pode acontecer uma redução no valor do seu benefício.

Portanto, é importante avaliar cuidadosamente os documentos e fazer cálculos antes de tomar uma decisão.

Para quem cabe a revisão da vida toda?

A revisão da vida toda cabe a todos os aposentados e pensionistas do INSS que:

  • Contribuíram para o INSS antes de julho de 1994
  • Se aposentou pelas regras anteriores à Reforma da Previdência
  • Começou a receber aposentadoria a menos de 10 anos (prazo decadencial)

É importante frisar que cada caso é único e deve ser analisado individualmente, principalmente porque não basta ter direito à revisão, é preciso conferir se ela de fato vai aumentar o valor da aposentadoria.

Já vi muita gente que deu entrada no pedido e ao final teve uma surpresa desagradável: o valor da aposentadoria diminuiu ou até mesmo foi cortado.

Não corra esse risco, conte com o auxílio de um advogado especializado em revisões e cálculos.

Quem não tem direito à revisão da vida toda?

Não têm direito à revisão da vida toda os aposentados e pensionistas do INSS que:

  • Não contribuíram para a previdência antes de julho de 1994
  • Sempre tiveram salários mais baixos e, portanto, não seriam beneficiados pelo cálculo que inclui os salários anteriores a 1994
  • Perdeu o prazo de 10 anos para solicitar a revisão

Quer saber mais sobre qual o prazo para pedir a revisão da vida toda? Confira nosso conteúdo.

Se você entende que não tem direito à Revisão da Vida Toda, vale a penas buscar informações atualizadas e consultar um profissional qualificado para entender melhor a sua situação e os seus direitos, pois você pode se enquadrar em outras formas de Revisão de Aposentadoria.

REVISÃO COMPLETA

A Bocchi Advogados possui um método de análise de revisões que verifica todas as possibilidades e direitos que podem aumentar o valor da aposentadoria ou da pensão. 

Nós fazemos um verdadeiro pente fino no seu benefício para que você tenha a se  valor pode aumentar.

São analisadas as Leis, as decisões da Justiça e as situações particulares de cada beneficiário que podem melhorar o valor do benefício.

Fale agora mesmo com nossos advogados para saber mais sobre esse serviço:

O que mudou na revisão da vida toda?

No dia 1º de dezembro de 2022 o Supremo Tribunal Federal decidiu que a revisão da vida toda é constitucional.

Isso significa que foi reconhecido o direito de todos os aposentados e pensionistas do INSS de recalcular o benefício para  incluir todas as contribuições anteriores a julho de 1994 no cálculo.

Apesar da decisão favorável do STF, a Revisão da Vida Toda:

  • não será feita automaticamente para todo mundo e
  • não basta fazer o pedido no INSS, pois ele irá negar a revisão

O único caminho para recalcular sua aposentadoria é com uma ação judicial.

Por isso, você vai precisar de advogado para pedir a revisão da vida toda.

Só será beneficiado com a revisão quem já tem processo na Justiça ou quem entrar com ação.

Hilário Bocchi Neto (Tico)

Hilário Bocchi Neto (Tico)

OAB/SP 331.392 – Advogado e Jornalista especialista em Previdência. Gestor pela USP e pela PUC. Autor do Livro Manual do Advogado Previdenciário. Adora estudar e ficar com a família.
Seja notificado sempre que sair um novo artigo em nosso blog.
Inscreva-se no formulário abaixo