Planejamento de aposentadoria: saiba como começar

Compartilhe este conteúdo

Todo ano o INSS divulga um balanço sobre os pedidos de aposentadoria e o resultado é sempre o mesmo: mais da metade dos benefícios são negados.

Soma-se a isso a enorme fila de pessoas aguardando o resultado do pedido e também a confusão de regras de aposentadoria e cálculos trazidos pela Reforma da Previdência.

Não é à toa que uma das perguntas que mais recebemos é “como planejar minha aposentadoria?”.

O cenário, que parece desanimador, tem um remédio: o Planejamento de Aposentadoria.

Por isso, nesse post vamos dar dicas de aposentadoria e o passo a passo de como se preparar para dar entrada no pedido, escolher o melhor benefício e aumentar as chances de ter o processo analisado com rapidez.

Como começar a fazer um planejamento de aposentadoria?

O foco inicial do planejamento previdenciário é o passado, então o primeiro passo é separar a documentação de toda a sua vida de trabalho.

Os principais documentos que podem ajudar na análise são os seguintes:

  • CNIS – Cadastro Nacional de Informações Sociais;
  • Carteiras de trabalho;
  • Holerites;
  • Formulários e Laudos sobre o trabalho (PPP);
  • Guias e carnês de recolhimento;
  • Processos trabalhistas;
  • Certidões ou extratos de contribuições em outros regimes de previdência;
  • Indícios de prova para recuperar tempo do passado (inclusive sem registro).

 Não dá para definir quando, quanto e qual benefício é mais vantajoso sem a investigação do tempo de serviço, condições de trabalho e contribuições do passado.

É nesse momento que são descobertos os erros que devem ser corrigidos antes de dar entrada no pedido de aposentadoria. Os mais comuns são:

  • Indicadores negativos no CNIS;
  •  Acerto de vínculos e remunerações;
  • Unificação de cadastros no INSS;
  • Indenização de contribuições em atraso;
  • Complementação de contribuições;
  • Acordos internacionais;
  • Necessidade de Certidão de Tempo de Contribuição;
  • Atividades especiais sem comprovação.

O próximo passo é definir, nesta ordem, quando vai se aposentar, quanto vai receber e qual aposentadoria é a mais vantajosa.

Essas providências vão permitir definir como contribuir até chegar a hora da melhor aposentadoria. Assim, é possível definir a necessidade de uma previdência privada ou investir no Tesouro RendA+ para complementar sua renda.

Por último, mas não menos importante, atualize seu planejamento todos os anos.

Quem faz planejamento de aposentadoria?

O planejamento de aposentadoria é um estudo exclusivo sobre todo o histórico previdenciário e de trabalho do segurado, que envolve análise técnica sobre diversos aspectos:

  • Legislação e direitos previdenciários
  • Condições ambientais e de segurança no trabalho
  • Cálculo e projeções matemáticas
  • Inclusão e acessibilidade biopsicossocial

Por isso, no Bocchi Advogados contamos com uma equipe multidisciplinar para elaboração e acompanhamento dos Planejamentos e Processos Previdenciários.

É através desse estudo e cuidado individualizado que procuramos garantir uma aposentadoria confortável para os trabalhadores.

Quanto custa um planejamento de aposentadoria?

O investimento depende do modelo de planejamento previdenciário e varia de acordo com suas necessidades específicas.

A Tabela de Honorários Advocatícios 2024 da Ordem dos Advogados do Brasil sugere os valores mínimos que os advogados podem cobrar por cada serviço.

Como funciona a consultoria para quem quer dar entrada na aposentadoria?

A consultoria para quem quer dar entrada na aposentadoria funciona ajudando o trabalhador a avaliar sua situação previdenciária, planejar o pedido de aposentadoria e o acompanhamento do processo até o fim.

Um advogado especialista em previdência ajuda a entender todas as regras de aposentadoria e escolher a melhor opção para suas necessidades específicas.

Além disso, acompanha desde o planejamento, organização da documentação, protocolo e acompanhamento do pedido – inclusive na Justiça, se for necessário.

Nós podemos te ajudar com todos esses passos e, inclusive, ao final, fazemos a conferência minuciosa do benefício para ter a certeza de que ele foi concedido exatamente como o planejado.

Vale a pena fazer planejamento de aposentadoria?

Fazer um planejamento previdenciário é o caminho certo para não se arrepender no futuro, afinal sua aposentadoria vai te acompanhar pelo resto da vida – muitas vezes até além da vida, já que seus dependentes podem receber a Pensão por morte, que será calculada com base na sua aposentadoria.

O Planejamento também vai sanar a dúvida entre receber um benefício menor mais cedo ou ter um benefício maior mais tarde.

Dá para definir qual é a regra mais vantajosa entre as de direito adquirido, as novas regras ou as de transição.

Outra vantagem do Planejamento é evitar a fila do INSS. Hoje a análise é praticamente feita de forma automática, por isso nada melhor do que garantir que seus documentos estejam organizados na hora de dar entrada no pedido.

A maioria das pessoas não planeja perder dinheiro, perdem porque não planejam.

Desenvolvemos o serviço de planejamento previdenciário online para você ter todas as orientações necessárias e se aposentar sem sair de casa.

Fale com um de nossos advogados e conheça nossas soluções.

Picture of Hilário Bocchi Junior

Hilário Bocchi Junior

OAB/SP 90.916 – Advogado e Jornalista especialista em Previdência. Mestre em Direito Público. Palestrante e Autor de 5 livros sobre Aposentadoria. Apaixonado pela sua comunidade do YouTube.
Seja notificado sempre que sair um novo artigo em nosso blog.
Inscreva-se no formulário abaixo