Entenda quanto tempo demora para receber o auxílio-doença após a perícia

Tempo que demora para receber o auxílio doença
Compartilhe este conteúdo

O Auxílio doença é um benefício do INSS para quem precisa ficar afastado do trabalho por problemas de saúde.

Os procedimentos e regras para solicitar o esse benefício por incapacidade temporária mudam frequentemente, deixando os trabalhadores confusos sobre o que fazer, principalmente quem está na “Fila do INSS”.

Por isso, é importante se manter informado sobre quais são as fases desse processo e quanto tempo após a perícia o INSS paga o auxílio-doença.

É exatamente isso que vamos explorar nesse conteúdo. Confira:

Quais são as fases do processo?

Para saber quanto tempo demora para liberar o auxílio-doença, é preciso entender quais são as fases do processo, pois para cada uma delas existe um prazo:

  1. Preparação: O primeiro passo é separar a documentação necessária, incluindo atestados médicos, exames e qualquer outro documento que comprove a condição de saúde.
  2. Fazer o pedido: O processo para solicitar o auxílio-doença começa com o requerimento, que pode ser feito pelo telefone 135, pelo site ou aplicativo do Meu INSS.
  3. Perícia médica: Uma vez feito o pedido, o INSS deve realizar a perícia médica em até 45 dias.
  4. Decisão e pagamento: Após a perícia médica o INSS deve decidir o processo e fazer o pagamento do auxílio-doença em até 45 dias.

Vale destacar que nas cidades de difícil provimento, o prazo para realizar a perícia médica pode ser de até 90 dias.

Se você ganhar o benefício na Justiça, o prazo é diferente: o prazo judicial para o INSS pagar o auxílio-doença é de 25 dias.

Saiba mais: Se o INSS negar o seu pedido, veja como recorrer ao auxílio doença indeferido!

Quais são os fatores que influenciam o tempo de recebimento do auxílio-doença?

Diversos fatores podem influenciar o tempo para receber o auxílio-doença.

Alguns deles são:

  • Complexidade do caso: Casos mais complexos, que exigem uma avaliação mais detalhada da condição de saúde e/ou dos documentos, podem demandar um tempo maior para análise e decisão.
  • Demandas e processamento: A quantidade de processos em andamento no INSS pode afetar o tempo de espera. É a chamada “Fila do INSS”, pois se houver muitas pessoas solicitando benefícios, é possível que o processamento dos casos leve mais tempo.
  • Regularidade nos documentos: É fundamental que os documentos apresentados estejam completos, legíveis e atualizados. A falta de algum documento ou informações incompletas podem atrasar o processo.
  • Recursos e revisões: Em alguns casos, pode ser necessário recorrer de uma decisão do INSS. Esse processo também pode levar tempo, pois envolve análises adicionais e possíveis revisões.

É importante ressaltar que, em determinadas situações, a ajuda de um advogado especializado pode ser útil para agilizar o processo e não ter seu Auxílio doença indeferido pelo INSS.

Como funciona a perícia documental?

Para tentar diminuir o tempo de espera para conseguir o auxílio-doença, o INSS criou a perícia documental, também conhecida como AtestMed.

Com a perícia por análise documental, o trabalhador não precisa passar pela perícia médica, mas isso só vale para afastamentos de até 180 dias.

Segundo o INSS, os benefícios nessa modalidade estão sendo aprovados em menos de 30 dias.

Quanto tempo leva para receber o auxílio-doença após a perícia?

O tempo para receber o auxílio-doença após a perícia médica é de 45 dias.

Esse é o prazo previsto na legislação, mas na prática não é bem assim:

  • O Tribunal de Contas da União (TCU) identificou que, só para realizar a perícia, o INSS tem demorado em média 82 dias.
  • Tem Estados em que o tempo de espera chega a 247 dias!

É importante saber que apesar de o INSS possuir prazos legais para a análise e concessão do benefício, infelizmente, nem sempre esses prazos são cumpridos.

Quanto tempo depois da perícia sai o pagamento?

O benefício deve começar a ser pago em até 45 dias após a realização da perícia. 

Porém, existem situações em que processo de liberação do auxílio-doença após a perícia pode levar semanas ou até meses.

Se você estiver aguardando o pagamento do auxílio-doença e o prazo legal não for respeitado, é possível tomar algumas medidas.

Quais as orientações para casos em que o INSS não cumpre o prazo legal?

Caso o INSS não cumpra o prazo legal para concessão do auxílio-doença, você pode tomar uma das seguintes providências:

  1. Fazer uma reclamação na ouvidoria do INSS
  2. Acionar a Central Unificada de Cumprimento Emergencial de Prazos, que deve analisar o pedido em até 10 dias.
  3. Entrar na Justiça com um Mandado de Segurança
  4. Entrar na Justiça com uma ação ordinária

É recomendado buscar orientação de um advogado especialista em auxílio-doença para avaliar qual é a melhor opção para o seu caso.

Um advogado especializado em direito previdenciário pode auxiliá-lo nesse processo e orientá-lo sobre as melhores medidas a serem tomadas.

Se você precisa de ajuda ou tem dúvidas sobre a concessão do auxílio-doença, entre em contato com a Bocchi Advogados.

Estamos aqui para ajudar você a garantir seus direitos e dar todo suporte necessário durante o processo.

Resumo dos prazos do INSS para Auxílio-doença

Os prazos do processo para o INSS analisar e pagar o Auxílio-doença são os seguintes:

PRAZOS DO INSS NO AUXÍLIO-DOENÇA
SituaçãoPrazo
INSS fazer a perícia médica*45 dias
INSS pagar o auxílio-doença após a perícia médica45 dias
INSS pagar o auxílio-doença após decisão da Justiça25 dias

*Ampliado para 90 dias nas unidades de difícil provimento.

Picture of Hilário Bocchi Junior

Hilário Bocchi Junior

OAB/SP 90.916 – Advogado e Jornalista especialista em Previdência. Mestre em Direito Público. Palestrante e Autor de 5 livros sobre Aposentadoria. Apaixonado pela sua comunidade do YouTube.
Seja notificado sempre que sair um novo artigo em nosso blog.
Inscreva-se no formulário abaixo